Meditação do dia

Segunda-Feira - 22/09/2014

Os Profetas Menores (II) – Mq/Na/Hc/Sf/Ag/Zc/Ml
Miqueias (II) – Ameaça e esperança

Uma visão da vinda do Messias

Leitura diária: Miqueias 4.1-3
Leitura da Bíblia em um ano: Isaías, capítulos 26, 27 e 28

 

Impressionante como esta mensagem de Miqueias se deu. As condições eram as piores para quaisquer visões de esperança e alegria para o futuro. Tudo em seu horizonte deveria apontar para tristeza e destruição. Ele está em meio a um dos piores momentos da história de Israel:


– Nos seus dias ainda, muito provavelmente, o Reino de Israel em Samaria sucumbirá diante do poder dos assírios;

– Além da tristeza que isto deve trazer ao seu coração de profeta, ele está também profetizando a queda futura do Reino de Judá, quando Jerusalém será destruida;

– Pior ainda, é que olhando para o norte ou para o sul, o profeta não entrevê uma perspectiva alentadora de recuperação, mas de fracasso e aflição, pois em ambos os reinos o mal vem prevalecendo, os governantes se afastam de suas responsabilidades, o pobre é explorado e os ricos se locupletam em suas fortunas e fazendas;

– E, para trazer mais tristeza ainda, Miqueias vê a proliferação de falsos profetas ao lado desses governantes querendo tirar proveito de suas fraquezas.


Pois bem, é diante de um panorama trágico e aflitivo como este, que Miqueias tem uma primeira visão do reino messiânico:


"Mas nos últimos dias acontecerá que o monte da casa do Senhor
será estabelecido como o mais alto dos montes,
e se exalçará sobre os outeiros, e a ele concorrerão os povos"

(Mq 4.1).


E, então, como numa visão futurista de 700 anos à frente, e para alguns comentaristas mais profundos, de 2.700 anos à frente, ele vê o que resultará para a humanidade este novo momento a ser vivido: "E irão muitas nações e dirão: Vinde e subamos ao monte do Senhor, e à casa do Deus de Jacó para que nos ensine os seus caminhos, de sorte que andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor". Sim, é isto que o mundo assistiu quando Cristo veio e é isto que estamos assistindo nesses 20 séculos após a sua vinda: o mundo se volta para Sião!

 

Oração para o dia:

Prepara-me, Senhor, para viver esses dias de busca da Palavra de Deus pelo mundo incrédulo, contribuindo eu para isto com o meu testemunho e vida.

Outras Meditações

Newsletter
NOME:
E-MAIL:

JUERP- todos os direitos reservados 2010