Meditação do dia

21/10/2014

Os Profetas Menores (II) – Mq/Na/Hc/Sf/Ag/Zc/Ml
Sofonias (I) – Deus preserva o seu povo

Uma triste predição

Leitura diária: Sofonias 3.1-8
Leitura da Bíblia em um ano: Jeremias, capítulos 35, 36 e 37

 

Esta profecia de Sofonias é de tremenda tristeza para ele, sem dúvida, porque a está pronunciando agora, pela ordem do Senhor, contra a sua própria cidade. Como já vimos, estamos vivendo os últimos anos 600 a.C., quando Nínive já deve ter caído (612 a.C.) pelo que lemos de suas outras profecias, e o império babilônico iniciava a sua escalada para fora da Mesopotâmia, chegando mesmo até o Egito em 605 a.C. Nesta caminhada de ida e de volta para o Norte da África, mui provavelmente as forças de Nabucodonozor já passavam por Israel, exercendo o seu poderio, a ponto de ser nessa época, mui provavelmente, que Daniel e seus companheiros foram levados cativos para Babilônia.


A queda só se vai dar mesmo em 586 a.C., mas Sofonias já a previa 15 ou 20 anos antes. O texto é de intensa dor porque ele traça um perfil nefando do que acontecia em Jerusalém e outras nações próximas:


– Jerusalém não escuta a voz do Senhor, não aceita a correção, não confia, nem se aproxima de Deus;

– Os seus líderes são leões que exploram... Os seus juízes são lobos que exterminam... Os seus profetas são levianos... Os seus sacerdotes profanam... Fazem violência na lei.


Em meio a tudo isto de ruim e de mal, Sofonias exclama e exalta a pessoa do Deus justo que do alto assiste a tudo isto e num determinado momento executará o seu juízo sobre Israel e sobre as nações vizinhas que, também, praticavam a iniquidade:


"Portanto esperai-me a mim, diz o Senhor,
no dia em que eu me levantar para o despojo;
porque o meu intento é ajuntar nações
e congregar reinos para sobre eles derramar a minha indignação"

(Sf 3.8).


Em 586 a.C. isto vai acontecer a Jerusalém. As nações menores em torno também serão consumidas pelo poder assírio. A profecia divina se cumpre para tristeza do Senhor Deus que não queria que assim fosse.

 

Oração para o dia:

Molda-me, Senhor, para ser submisso à tua vontade de forma a não me deixar perverter pelo mal que me envolve no mundo de hoje.

JUERP- todos os direitos reservados 2010